Primeiro trimestre de 2019 registra 236 chamadas falsas no Niop em Santarém

Os ‘trotes’ são considerados crimes e acarretam problemas às operações policiais.
Primeiro trimestre de 2019 registrou quase 15% de trotes do total de ligações feitas ao Niop — Foto: Lenine Martins/Sesp-MT

O Núcleo de Operações Integradas (Niop) em Santarém, no oeste do Pará, registrou no primeiro trimestre de 2019, 236 chamados com informações falsas. De 1.780 ligações feitas ao órgão, os trotes representaram quase 15% do total. Essas chamadas podem custar vidas e a maioria dos chamados é feito por crianças e adolescentes.

http://url6427.lomadee.com/wf/click?upn=jh51wdSTNt91boBuAqqwOceH6p2vxnfQN-2FIaFQSnGvfwwuT0OiSvwJyTLTisfP4-2FQ-2ByA3mzKyOCfWUCgFRGRng-3D-3D_s-2BifHFTvK1j-2FmK-2BJ1mHn9yVc9cMM0rACFVH-2BTmu3AhO6v55PD3dhsnvw4YLIQVSYsDocg8mDLCj5iWdCl9Nof6HpR4uLPus02fPgbqaUAUwS60Tj3AshKNi9aEshbLi3TFIrNquTXWEmuf9cekTLPqUTDzJNVEqXEpqIFrbADmACh6rbmq7Agwwlz9jZ4mBT-2BrPHGkkG9ijcdbdhPK4shqO-2FYnvruAKMUJNdsE8MBy8-3D

De acordo com o gerente do núcleo, capitão Marcelo Vasconcelos, os chamados mobilizam equipes para ocorrências que não existem fazendo com que o atendimento a um caso real demore mais ou não aconteça. Essa mobilização também acaba aumentando os gastos com segurança pública.

O Niop recebe ligações para chamados a vários órgãos, inclusive na área policial. Ainda conforme o gerente do Niop, os trotes são responsáveis por atrapalhar as investigações.

Tendo grande repercussão na região, a chacina que aconteceu na zona rural de Belterra reacendeu os trotes e as “Fake News”. O suspeito do crime está foragido e as polícias civil e militar montaram operações para localização e captura de Mauro Barrozo, de 40 anos. Entretanto, os trotes fazem os policiais se deslocarem para áreas onde não há informações concretas.

“Estamos constatando que a maioria é denúncia falsa, e com isso a gente perde além de recurso humanos, combustível, a viatura empregada de forma que não há retorno eficaz, tem atrapalhado demais essa situação. Isso também tem gerado pânico onde aconteceu o fato”, completou o capitão Marcelo Vasconcelos.

Trote é crime

O artigo 266 do Código Penal diz que quem interrompe ou perturba o serviço telefônico de emergência é crime e o infrator poderá ser preso.

(Blog Agora Notícia )

Fonte G1 Santarém Pará

waldemir

Radialista/Blogueiro,