Jovem com dores e criança picada por cobra são resgatadas pela Capitania no Lago Grande

Enquanto seguiam para fazer o resgate na comunidade Ajamuri, as equipes receberam o chamado para também resgatarem a criança na comunidade Vila Socorro.
Foto: Capitania Fluvial de Santarém/Divulgação

Uma equipe de Inspeção Naval da Capitania Fluvial de Santarém, no oeste do Pará, fez o resgate de duas pessoas que precisavam de atendimento médico urgente no Hospital Municipal. Os resgates ocorreram nesta terça-feira (25) em duas comunidades localizadas na região ribeirinha do Lago Grande.

O primeiro chamado ocorreu às 8h30 na comunidade Ajamuri. Segundo a Capitania, uma jovem apresentava pressão arterial baixa e fortes dores abdominais. Após o pedido de apoio, a equipe da Inspeção Naval se deslocou para atender o pedido de socorro, juntamente com três socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

Durante o trajeto foi repassado às equipes um novo chamado, na comunidade Vila Socorro. Uma criança de 10 anos tinha sido picada por uma cobra surucuru e precisava ser levado ao HMS.

Foto: Capitania Fluvial de Santarém/Divulgação

UOs resgates foram efetuados com sucesso e as pacientes foram conduzidas até o porto em frente à Praça Tiradentes, onde foram colocadas em uma ambulância para atendimento no Hospital Municipal de Santarém (HMS).

Nos últimos cinco dias, segundo a Capitania, houve uma grande demanda de apoio, sendo efetuados cinco resgates, atendendo a sete pessoas, que necessitavam de translado com a devida brevidade para atendimento médico, sendo todos realizados com sucesso.

O primeiro foi registrado na comunidade da Boca do Cima do Aritapera, o segundo no rio Arapiuns, o terceiro no rio Amazonas, o quarto na região do Parauá e o quinto na área do Lago Grande.

(Blog Agora Notícia )

Fonte G1 Santarém Pará

waldemir

Radialista/Blogueiro,