Justiça concede saída temporária a 191 presos em Santarém; benefício tem duração de 7 dias

Internos do regime semiaberto do Centro de Recuperação Sílvio Hall de Moura sairão na terça-feira (25). No Pará, 1.891 presos foram beneficiados com saída temporária.
Foto: Reprodução/Susipe

A última saída temporária de 2018 a presos do regime semiaberto beneficiou 191 internos do Centro de Recuperação Agrícola Sílvio Hall de Moura, em Santarém, no oeste do Pará. O quantitativo é um balanço parcial divulgado pela Diretoria de Execução Criminal da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

A saída temporária das Festas de Final de Ano beneficiou 1.891 presos do semiaberto em todo o Pará, que começarão a ser liberados das casas penais no dia 25 de dezembro. O benefício tem duração de 7 dias, com retorno marcado para 1º de janeiro, até o final do dia.

Do total de presos beneficiados com a saída, 1.312 estão custodiados em centros de detenção da Região Metropolitana de Belém (RMB) e 579 no interior do estado.

Santarém foi a cidade com mais saídas temporárias concedidas no interior do estado, seguida de Marabá (110), Abaetetuba (50), Altamira (29), Bragança (21), Cametá (04), Itaituba (46), Mocajuba (18), Paragominas (08), Redenção (29), Tucuruí (67) e Tomé-Açu (06).

Uso de tornozeleiras

Na Região Metropolitana de Belém, cerca de 800 presos receberam o benefício mediante o uso de tornozeleiras eletrônicas e serão monitorados 24h por dia.

Saída temporária

A saída temporária é um benefício concedido pela Justiça, previsto na Lei de Execuções Penais, a presos que cumprem pena no regime semiaberto, apresentam bom comportamento e que já tenham cumprido um sexto da pena (para réus primários) ou dois quintos (para reincidentes).

Ao final do prazo determinado pela Justiça, o detento deve retornar até a unidade prisional a qual está custodiado. Caso não volte passa a ser considerado foragido da Justiça e quando recapturado pode regredir para o regime fechado.

Em 2017, 1.558 presos receberam o benefício da saída temporária das festas de final de ano e somente 7% evadiram, percentual considerado abaixo da média anual registrada que é de 10% de não-retorno. Por ano, são previstas cinco saídas temporárias: Semana Santa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Círio de Nazaré e Festas de Final de Ano (Natal e Ano novo).

(Blog Agora Notícia )

Fonte G1 Santarém Pará

waldemir

Radialista/Blogueiro,