Grupo armado tenta executar detento e acaba matando trabalhador em Marituba

Foto /Reprodução

A ineficiência do poder público está deixando os moradores de Belém e região metropolitana nas mãos de grupos criminosos de natureza ainda desconhecida.

Na tarde desta quinta-feira (6), um desses grupos assassinou duas pessoas na João Paulo II, no bairro Dom Aristides, em Marituba. Um deles, Sérgio Henrique Chermont, era detento do sistema penal e estava sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica; o outro, um senhor de 45 anos chamado Antonio Socorro Dias, era um metalúrgico conhecido na área, e foi morto porque estava apenas de passagem pelo local e ficou no meio dos tiros.

Segundo testemunhas, os assassinos chegaram de moto e assim que avistaram Sérgio, conhecido como “Pivete”, atiraram a média distância. Um dos tiros atingiu Antonio, que passava em sua motocicleta para comprar material para finalizar seu trabalho. Mesmo após terem atingido o trabalhador, os assassinos continuaram atrás de Sérgio Pivete e o executaram também. Tudo isso em frente a muitos moradores.

Logo após os crimes, os assassinos fugiram em alta velocidade e ainda não foram localizados pela polícia. No local, muitos moradores mostraram-se indignados com a morte de Antonio, que era muito querido no local. Incrédulo, um de seus filhos tentou reanimar o pai ainda no local, mas o tiro foi fatal.

A Polícia Civil irá investigar o crime.

(Blog Agora Notícia )

(DOL)

waldemir

Radialista/Blogueiro,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *