Acusado de homicídio em comunidade rural de Santarém é preso em Monte Alegre

Crime que teve como vítima Márcio Gilberto aconteceu no dia 26 de fevereiro de 2017, na comunidade Santarém-Miri.
Foto: Polícia Militar/Divulgação

Em cumprimento ao mandado judicial expedido pelo juiz Gabriel Veloso de Araújo, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Santarém, no oeste do Pará, a Polícia Militar de Monte Alegre prendeu no início da tarde desta terça-feira (20), Raik Lemos Valente, 21 anos, acusado de envolvimento no homicídio de Márcio Gilberto, ocorrido em 2017.

Os policiais localizaram Raik, conhecido pelo apelido “Gito”, na Rua São Francisco de Assis, bairro Centro, em Monte Alegre. Segundo a polícia, o acusado não ofereceu resistência à prisão. Foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil e deve ser transferido em breve para Santarém.

O crime

De acordo com os autos do processo 0005822-54.2017.8.14.0051, na noite do dia 26 de fevereiro de 2017, por volta das 19h30, alguns rapazes estavam em frente à sede do Nacional Esporte Clube, localizado na Comunidade de Santarém-Miri, região do Ituqui, zona rural de Santarém, ocasião em que começou uma confusão, que resultou no esfaqueamento de Márcio Gilberto Soares Pereira, Luiz Fernando Soares Pereira e Welligton dos Santos Bastos.

Os acusados das agressões às vítimas foram: Tairon da Mota Galúcio, Jordson da Mota Galúcio e Raik Lemos Valente.

As vítimas foram socorridas por comunitários e conduzidas para o Hospital Municipal de Santarém, onde ficaram internadas. Porém, no dia 4 de março de 2017, Márcio Gilberto não resistiu às complicações resultantes do ferimento à faca e faleceu.

A polícia representou pela prisão preventiva dos três. O pedido foi deferido pelo juiz Gabriel Veloso em 9 de julho de 2017.

Blog Agora Notícia 

Fonte G1Santarem Pará 

waldemir

Radialista/Blogueiro,