Paysandu consegue virada nos acréscimos e deixa a zona de rebaixamento

Futebol
Vinicius Nunes/ffc

Como diria o ex-técnico do Papão, Dado Cavalcanti, o Paysandu conquistou uma vitória “do c***”. Fora de casa, nesta terça-feira (13), os bicolores precisaram virar a partida contra o Figueirense-SC, após sair perdendo de 2 x 0, para conquistar três preciosos pontos que tiram momentaneamente o time da zona de rebaixamento.

Veja como foi o lance a lance!

O jogo, que foi dramático do início ao fim, teve começo animador para os donos da casa, que marcaram com Elton, duas vezes. O Paysandu buscou a virada com gols de Pedro Carmona, Renato Augusto e Fernando Timbó. 3 x 2.

Agora, o Paysandu soma 42 pontos na tabela, um a mais que o CRB-AL, que ainda entrará em campo na rodada, na sexta-feira (16), diante do Londrina-PR, no Paraná. Uma derrota do clube alagoano deixará a manutenção na Série B 2019 dependendo apenas da equipe alviceleste.

Na última rodada, o desafio será contra o Atlético-GO, que ainda sonha com o acesso. A partida está marcada para o dia 24, no Estádio da Curuzu, a partir de 16h (horário de Belém).

O JOGO

O time paraense começou a partida acanhada, procurando o contra-ataque para assustar o goleiro Vitor Caetano. O Figueira, mesmo sem ser brilhante, foi mais perigoso e construiu as melhores chances iniciais do confronto.

O gol dos donos da casa saiu em bola parada. Após cruzamento em cobrança de escanteio, o atacante Elton foi mais esperto que a marcação e finalizou para a rede. 1 x 0.

O segundo gol do Figueirense não demorou para sair e novamente veio com o atacante Elton. Em novo cochilo da defesa, o jogador aproveitou cruzamento e, com estilo, finalizou mais uma vez sem chances ao goleiro Renan Rocha. 2 x 0.

A partida encaminhava-se para o final do primeiro tempo quando os bicolores diminuíram. Em lance rápido na área catarinense, Renan Mota tocou com o braço na bola. Pênalti. Pedro Carmona foi para a cobrança e deslocou o goleiro. 2 x 1.

No segundo tempo, o time paraense voltou mais ligado e pressionando o adversário. Longe de um futebol vistoso, sobrou transpiração para os jogadores do Paysandu, que dobraram a marcação e adiantaram as linhas, dificultando qualquer ação ofensiva do Figueirense-SC.

O prêmio pela dedicação saiu dos pés do volante Renato Augusto, que se aventurou no ataque e mandou chute rasteiro que morreu no canto, deixando tudo igual no placar. 2 x 2.

O cenário mudou e a partida ficou totalmente favorável ao Papão, que ainda foi prejudicado em um lance, após gol de Mike, legal, mas que a arbitragem marcou irregularidade.

No apagar das luzes, então, a virada. Na base do abafa, dos cruzamentos para a área, o zagueiro Fernando Timbó foi o predestinado responsável em aproveitar a falha defensiva para marcar o terceiro gol azul e branco no jogo, para a festa da torcida paraense no Estádio Orlando Scarpelli.

Depois disso, foi só segurar a bola e esperar o apito final para comemorar a saída da zona de rebaixamento, ainda que momentaneamente.

Blog Agora Notícia 

Com Informações DOL

waldemir

Radialista/Blogueiro,