Celebração e procissão dos mastros abrem o Sairé 2018 em Alter do Chão

Festa que homenageia o Divino Espírito Santo, ocorre em Santarém, oeste paraense. Centenas de pessoas participam da abertura nesta quinta-feira (20).
Çairé
Foto:Adonias Silva/G1

O Sairé – festa que homenageia o Divino Espírito Santo – começou oficialmente nesta quinta-feira (20), com a tradicional procissão religiosa, busca e levantamento de mastros na vila de Alter do Chão, distante quase 37 km da zona urbana de Santarém, no oeste do Pará. Centenas de pessoas participam da abertura da festa, que vai até segunda (24) e espera receber uma multidão.

Publicidade

Especial BiografiasConfira um especial de Biografias até 60% off em eBooks de biografias. 
Validade: 20/Setembro às 23h45.

A procissão religiosa reúne personagens importantes da festa: saraipora, juiz e juíza, mordomos, foliões, alferes e o capitão. Antes da caminhada, uma celebração com pedidos de bençãos ao Divino Espírito Santo. Depois, é hora de caminhar por ruas da pequena vila, com cerca de 5 mil habitantes.

Çairé
No Barracão do Sairé, uma missa é celebrada antes da saída da Procissão dos Mastros — Foto: Adonias Silva/G1

A missão é buscar os dois mastros [troncos de árvores,] depois enfeitar com frutas da região e por fim, erguer na praça onde o evento é festejado. Nessa missão, homens e mulheres participam de uma disputa e ganha quem primeiro levantar o mastro enfeitado. A disputa nada mais é do que uma confraternização para celebrar a fartura.

Os troncos das árvores foram retirados da mata há quatro dias. Eles foram postos na areia da praia do Cajueiro, distante quase 1 km do local da festa. A procissão de busca também foi marcante e faz parte da abertura da celebração.

Comunitários e visitantes ganham as ruas da vila de Alter do Chão na procissão dos mastros que abre oficialmente o Sairé 2018 — Foto: Adonias Silva/G1

Blog Agora Notícia 

Com Informações G1 Santarém 

waldemir

Radialista/Blogueiro,