Vídeo de Maduro em restaurante famoso da Turquia gera revolta

Presidente da Venezuela foi filmado comendo carnes refinadas enquanto cidadãos de seu país vivem sob escassez de alimentos e remédios

MUNDO

Um vídeo que mostra o presidente da VenezuelaNicolás Maduro, jantando em um caro restaurante em Istambul, na Turquia, causou revolta entre os cidadãos de seu país, que lutam contra a escassez de alimentos e uma grave crise econômica.

Publicidade

O famoso chef turco Nusret Gokce, dono de uma rede de restaurantes conhecida como Salt Bae, publicou fotos e vídeos em suas páginas no Instagram e Twitter de Maduro e sua esposa, Cilia, provando suas receitas.

Em um vídeo, Maduro diz aos seus convidados à mesa que  “este é um momento único na vida”, enquanto Gokce fatia um pedaço de carne dramaticamente. Na Venezuela, consumo de carne vermelha é atualmente um luxo raro.

Maduro passou por Istambul como escala de sua viagem à China. O presidente havia viajado a Pequim com a esperança de obter novos fundos para seu governo socialista carente de dinheiro, mas só voltou com  acordos envolvendo o setor energético da Venezuela.

Publicidade

Ele mesmo confirmou a parada na Turquia à uma emissora estatal de televisão na noite de segunda-feira 17. Gokce não se pronunciou sobre a repercussão negativa do caso.

A oposição política da Venezuela reagiu, apontando o jantar na Turquia como uma prova da alienação de Maduro em relação à crise vivida pelo país, que já induziu mais de 2 milhões de pessoas a emigrarem para fugir da escassez crônica de alimentos e de remédios.

Um estudo feito por três das principais universidades venezuelanas, publicado em fevereiro, indicou que quase dois terços dos venezuelanos entrevistados disseram ter perdido em média 11 quilos no ano passado por falta de alimentos. A pesquisa estimou que 87% dos venezuelanos vivem na pobreza.

“Enquanto os venezuelanos sofrem e morrem de fome, Nicolás Maduro e Cilia desfrutam de um dos restaurantes mais caros do mundo, tudo com dinheiro roubado do povo venezuelano”, tuitou o opositor Julio Borges, ex-líder do Congresso.

Nas redes sociais, venezuelanos compartilharam imagens em que o chef Gokce joga sal em crianças esqueléticas e pessoas passando fome.

O senador republicano Marco Rubio, Estados Unidos, não deixou o episódio passar em branco e também condenou a atitude de Maduro. “Eu não sei quem este esquisitão #Saltbae é, mas o cara que ele tão orgulhosamente recebe não é o presidente da Venezuela”, escreveu o republicano no Twitter, em referência a Gokce.

“Ele é, na verdade, o ditador acima do peso de uma nação onde 30% das pessoas comem somente uma vez ao dia e onde os bebês sofrem de desnutrição”, completou Rubio.

Maduro disse ter almoçado no restaurante durante uma parada de duas horas em Istambul. “Nusret nos atendeu pessoalmente. Estávamos conversando, nos divertindo com ele… Ele ama a Venezuela, ele me disse várias vezes”, contou Maduro.

Gokce viralizou em 2017, depois de publicar vídeos nos quais salga carnes com um gesto que faz lembrar uma serpente naja.

Em 2014, a então presidente do Brasil Dilma Rousseff fez uma escala inesperada em Lisboa durante viagem oficial entre Zurique, onde havia participado do Fórum Econômico Mundial, e Havana. O objetivo da  petista era jantar no restaurante Eleven, um dos três únicos da cidade a ter uma estrela no Guia Michelin.

Para tanto, ela e sua comitiva se hospedaram no Ritz Four Seasons, um dos mais luxuosos da capital portuguesa, às expensas do Itamaraty. Sua iniciativa foi amplamente criticada no Brasil.

Blog Agora Notícia 

(Com Reuters)

waldemir

Radialista/Blogueiro,