Forte nevoeiro causa baixa visibilidade nas rodovias e requer atenção de motoristas, no Pará

As rodovias BR-163, PA-457, PA-370 e PA-431, na Região Metropolitana de Santarém, têm registrado nebulosidade intensa. Entenda o que provoca esse nevoeiro todo em julho.
Nevoeiro e a baixa visibilidade na PA-431 em Mojuí dos Campos, PA (Foto: Reprodução/TV Tapajós)

NEBULOSIDADE


O forte nevoeiro tem provocado a baixa visibilidade, principalmente nas rodovias da Região Metropolitana de Santarém, que compreende os municípios de Belterra e Mojuí dos Campos, no oeste do Pará. A nebulosidade requer atenção de motoristas em quatro importantes rodovias: BR-163, PA-370, PA-457 e PA-431. Por isso o alerta.

A rodovia BR-163 registrou neblina intensa pela manhã. A repórter Débora Rodrigues registrou a nebulosidade em um trecho da pista, quando seguia de Santarém para Mojuí dos Campos produzir uma reportagem. Ela flagrou motoristas dirigindo com os faróis dos veículos desligados, aumentando riscos de acidentes

Muita gente deve se perguntar o que provoca esse nevoeiro todo, em pontos isolados e ainda mais no mês de julho. De acordo com o meteorologista Lucas Vaz, o nevoeiro é uma nuvem que se constitui junto a superfície da terra, de um grande número de gotículas de água, suspensas nas camadas mais baixas da atmosfera.

Segundo o meteorologista, as gotículas se formam por meio de dois processos. No primeiro, ocorre a inserção de humidade (vapor de água) na atmosfera durante o dia. No segundo ocorre o resfriamento da atmosfera até o ponto de condensação. Vapor de água com a diminuição da temperatura durante a noite se transformam em gotículas.

“O mês de julho é o mês que nós temos as temperaturas mínimas menores, durante todo o ano. E nós seguimos com uma grande quantidade de umidade, devido ela estar próximo da região equatorial. Então nós temos a humidade bastante alta e as temperaturas mínimas menores durante o ano”, explica Lucas Vaz.

Blog Agora Noticia 

Com Informações G1Santarem Pa

waldemir

Radialista/Blogueiro,