Idosa é degolada em casa na Zona Norte de Manaus; ex é suspeito, diz polícia

Bilhete e faca que pode ter sido usada para assassinar a vítima estavam ao lado do corpo.
Crime ocorreu  no bairro Monte Sinai, na Zona Norte de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Crime ocorreu no bairro Monte Sinai, na Zona Norte de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

MANAUS


Uma idosa foi encontrada morta na manhã de segunda-feira (2), no bairro Monte Sinai, na Zona Norte de Manaus. Ruthiene Pereira Lessa, de 66 anos, foi achada pela própria filha na casa onde morava. Um bilhete e uma faca, que pode ter sido usada para assassinar a vítima, estavam ao lado do corpo degolado. Ex-marido é suspeito de cometer o crime.

A filha da vítima se deparou com o corpo da mãe caído no pátio entre dois imóveis no terreno da família, por volta das 6h.

“A filha voltou do trabalho, por volta das 22h, e não encontrou a mãe. Ligou para familiares ninguém sabia dela. Ela viu que porta da casa da mãe estava aberta, mas ficou com medo de ir lá achando que era um assalto. De manhã ela foi lá e encontrou a mãe caída. A chave estava na porta e minha tia foi pega pelas costas”, contou o sobrinho da vítima o sargento da PM Lessa de Almeida.

http://www.agoranoticia.com.br/2018/07/03/pm-morre-e-outro-e-baleado-proximo-a-casa-de-shows-na-augusto-montenegro/

A Polícia Militar foi acionada. Quando equipe da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) chegou ao local encontrou uma faca e um bilhete ao lado do corpo. O bilhete tinha a frase: “Pago o que é de 20 anos”. O portão que dá acesso para as duas casas não foi arrombado.

Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) estiveram no local para coletar dados para o inquérito policial. Os peritos verificaram indícios de que Ruthiene foi morta, por voltadas 19h.

Uma equipe do 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) também coletou informações sobre o crime.

A suspeita da Polícia Civil é que Ruthiene Pereira foi assassinada pelo ex-marido, mas não há relatos de ameaças. O casal se separou há 20 anos. O homem mora em Alenquer (PA).

“A filha relata que houve uma aproximação do pai há dois meses. Ele voltou a ter contato com ela, voltou a se aproximar da filha e aconteceu esse crime agora. Hoje a filha tentou falar com o pai, mas ele desligou o celular e não responde mensagens”, disse sargento Lessa de Almeida.

Blog Agora Noticia

Com Informações G1 Santarém-Pa

waldemir

Radialista/Blogueiro,