Madrugada violenta com dois assassinatos na Grande Belém

O bairro do Sideral e o distrito de Icoaraci, em Belém,

Wagner Almeida

BELÉM-EXECUÇÕES

O bairro do Sideral e o distrito de Icoaraci, em Belém, registraram uma madrugada de crimes nesta sexta-feira (18): dois homens foram assassinados com tiros.

No distrito de Icoaraci, Israel Conceição Veloso, 38 anos, levou três tiros de assassinos que estavam em uma motocicleta. O crime ocorreu no cruzamento da passagem Ivan Leão, com a Travessa Berredos.

O pai da vítima informou que o filho era dependente químico e estava recebendo ameaças. “O que eu tenho a dizer é que meu coração e de minha esposa estão tranquilos, infelizmente, ele já vinha recebendo ameaças devido a ele viver neste mundo devasso, mas acredito que ele se arrependeu e está em um bom lugar”, disse Sérgio Veloso.

As Polícias Civil e Militar, além de alguns curiosos, acompanharam os levantamentos de local de crime realizado pelos peritos criminais.

O caso deverá ser investigado pela Divisão de Homicídios (DH). O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML)

Morte também é registrada no Sideral

A cena de violência foi registrada por volta de 3h de sexta-feira (18), na Rua Esperantista. Em um crime rodeado de mistérios, o que se sabe é que a vítima também foi morta por homens que estavam em uma motocicleta. O homem que aparentava ter entre 30 e 40 anos de idade não foi identificado.

Foto: Wagner Almeida / Diário do Pará.

De acordo com os levantamentos feitos pelos peritos, a vítima foi executada. “Encontramos seis lesões provocadas por projéteis de arma de fogo e, no local do crime, encontramos dois materiais balísticos. A maioria das lesões encontrava-se na cabeça, o que caracteriza uma execução”, relatou o perito criminal Gilberto Almeida.

Segundo os policiais, a área onde o crime aconteceu tem forte atuação do tráfico. Desta forma, o acerto de contas não foi descartado como sendo a motivação do crime. A Divisão de Homicídios (DH) deverá investigar o caso. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A família deve fazer o reconhecimento do corpo em um prazo de 30 dias, caso este tempo seja extrapolado, o homem deverá ser enterrado como indigente.

Blog Agora Noticia

(Com informações de Paulo Magno)

waldemir

Radialista/Blogueiro,