Imigrantes venezuelanos devem ingressar na rede municipal de ensino de Santarém

A proposta do governo municipal é que os indígenas da etnia Warao sejam inseridos na educação formal a partir de 2019.

Cerca de 43 crianças indígenas participam das oficinas desenvolvidas pela Semed (Foto: Geovane Brito/G1)

SANTARÉM

Com o objetivo de acolher os indígenas venezuelanos no país, alguns estados já começaram a matricular crianças e jovens na rede pública de ensino. Em Santarém, oeste do Pará, a expectativa é que os imigrantes ingressem na educação formal a partir de 2019.

Mesmo com recursos insuficientes, o que desencadeou o decreto de emergência social, o município tem realizado um trabalho integrado com as diferentes pastas do governo para assegurar a assistência humanitária aos indígenas.

No aspecto educacional, várias atividades e oficinas pedagógicas estão sendo realizadas até que seja sistematizado o processo que possibilitará dar a educação escolar de fato e de direito aos imigrantes.

As oficinas educacionais estão sendo desenvolvidas por profissionais da Secretaria de Educação Municipal (Semed) e trabalham questões da vida cidadã, da vida em família, da vida em comunidade, atividades de higiene pessoal, recreativas e de esporte e lazer.

Assessor para assuntos educacionais da Semed, Marcos Gentil. (Foto: Bruna Nobre/G1)

Segundo o assessor para assuntos educacionais da Semed, Marcos Gentil, faz parte do cronograma de atividades, a capacitação dos profissionais que vão atuar diretamente com os indígenas. “Não podemos, de maneira nenhuma, perder o foco nas diferenças culturais que eles trazem, e nem deixá-los sem a educação formal, uma vez que eles já estão inseridos na nossa realidade”, explicou.

http://www.agoranoticia.com.br/2018/04/11/bbb18-apos-polemica-globo-se-pronuncia-sobre-figurante-na-torcida-de-kaysar/

Durante todo o ano de 2018 a secretaria segue focada nas oficinas pedagógicas e em encontros que discutem um novo modelo pedagógico que será aplicado com a finalidade de proporcionar uma educação igualitária e de qualidade aos indígenas Warao, que atualmente somam um total de 111, entre crianças e adultos.

Blog Agora Noticia

Com Informações G1 Santarem-Pa


LEIA TAMBÉM

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL QUER LIMITAR PRISÃO PREVENTIVAhttp://www.agoranoticia.com.br/2018/04/12/novo-codigo-de-processo-penal-quer-limitar-prisao-preventiva

waldemir

Radialista/Blogueiro,