Detentas fazem motim no Centro de Recuperação Feminino de Ananindeua

 No início da noite desta quinta-feira (5), detentas do Centro de Recuperação Feminino

Reprodução/Google Maps

ANANINDEUA-MOTIM


No início da noite desta quinta-feira (5), detentas do Centro de Recuperação Feminino de Ananindeua deram início a um motim na unidade depois que uma mulher foi retirada do bloco carcerário para ser transferida a um hospital. As informações foram confirmadas e fornecidas pela Susipe (Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará).

A transferência foi solicitada pela Defensoria Pública, que alegou que a detenta era portadora de um transtorno mental e, por esse motivo, precisava ser encaminhada ao Hospital Geral Penitenciário da Susipe.

Momentos após a transferência, cerca de 240 presas ficaram revoltadas com a ação e danificaram celas e atearam fogo em roupas e colchões para impedir a entrada da Força Tática da Polícia Militar; os bombeiros foram acionados também para conter o incêndio.

Sete presas foram identificadas como líderes do motim e serão encaminhadas para a Delegacia. Todas devem cumprir medida disciplinar. Uma equipe da PM continua na unidade para reforçar a segurança e uma recontagem é realizada no momento.

Atualmente o CRF de Ananindeua custodia 511 presas, mas a capacidade é apenas para 480. Uma sindicância investigativa será instaurada pela Corregedoria da Susipe para apurar o caso.

http://www.agoranoticia.com.br/2018/04/04/o-estado-e-fraco-faccoes-proibem-roubos-na-grande-belem/

http://www.agoranoticia.com.br/2018/04/02/nova-chance-para-atrasados-no-recadastramento-biometrico-comeca-hoje/

Blog Agora Notícia

(DOL)

waldemir

Radialista/Blogueiro,