Smit usa ‘cábria’ para desenterrar rebocador no fundo do Rio Amazonas, em Óbidos

Imagem captada por sonda mostrou que o rebocador está apenas com a proa e o fundo descobertos, o que dificulta que a embarcação seja arrastada para uma área mais rasa.

 (Foto: Marinha/Divulgação)

Segundo informações da Capitania Fluvial de Santarém, que está com equipe no local acompanhando os trabalhos, o rebocador está enterrado em uma posição diagonal, somente com a proa e o fundo para fora.

O comandante da Capitania Fluvial, capitão Ricardo Barbosa informou que a cábria trazida pela empresa Smit já foi utilizada em uma tentativa de desenterrar o rebocador para que se tivesse uma imagem mais precisa, devido à grande quantidade de sedimentos que aumenta o risco de despedaçar a embarcação.

Ainda segundo o comandante, os trabalhos agora estão concentrados em cavar o fundo do rio ao redor do rebocador utilizando a própria cábria. Essa etapa ainda deve se arrastar por mais dois dias. Depois, será realizada uma reunião com representantes de órgãos de segurança para avaliar a operação.

Blog do Waldemir Santos

Info : G1 Santarem

waldemir

Radialista/Blogueiro,