Alenquer intensifica imunização da população contra febre amarela

 


ALENQUER-PÁ 


CCZ (Foto: Divulgação/Semsa/Alenquer)

Após morte de macacos, caso foi repassado ao Instituo Evandro Chagas.
Vacina já está disponível para moradores da zona urbana e rural.

Após dois macacos terem sido encontrados mortos na zona rural de Alenquer, oeste do Pará, em uma região conhecida como Ramal do Escondido na segunda-feira (20). A prefeitura comunicou o ocorrido ao Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, capital do estado, que segue investigando a situação dos macacos, pois casos semelhantes aconteceram em outras cidades da região. A Semsa informou que já está imunizando a população através da vacina contra febre amarela.

Os animais foram removidos do local e encaminhados ao

Os animais foram removidos do local e encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), em Santarém para serem congelados. Amostras de sangue dos primatas foram coletadas para análise. Ainda não há previsão de quando o laudo deve sair. Oficialmente, segundo a Secretaria de Saúde, não há registro de casos de febre amarela no município.a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que animais não tinham evidências de morte por febre amarela. Mesmo assim, as causas das mortes estão sendo investigadas.
Ações preventivas
Apesar de não haver registro de febre amarela na região, a Semsa informou que não há motivo para pânico e que as vacinas estão disponíveis para a população nos postos de saúde do município. Quem tiver interesse em se imunizar contra a febre amarela e demais doenças tropicais podem se dirigir aos locais. A prioridade são pessoas que moram na zona rural e quem vai viajar para as regiões onde há surto da doença.
Alerta da Sespa
A Secretaria de Saúde do Estado (Sespa) recomendou que o município do estado imunize a população, após o surto febre amarela em Minas Gerais. No oeste do Pará, além de Santarém, outros 12 municípios receberam o alerta e integram a lista para que a vacinação seja feita apenas aos grupos prioritários. Apesar da preocupação com o surto, não há registro de febre amarela em Santarém e nos outros municípios do oeste.

 

POST:WALDEMIR SANTOS

INFO:G1SANTAREM

waldemir

Radialista/Blogueiro,