Moradores do bairro Maicá em Santarem oeste do Para dennunciam desmatamento na area.


Moradores do bairro Pérola do Maicá em Santarém, oeste do Pará, denunciam que algumas áreas do bairro, estão sendo desmatadas, onde há um igarapé. Por volta das 13h deste sábado (13), o presidente da associação do bairro, Ronaldo Costa, recebeu a informação que alguns ocupantes estavam avançando e cortando as árvores de um terreno da associação.

De acordo com Costa, os representantes do bairro mandaram construir uma cerca para delimitar o local, pois terrenos próximos já tinham sido invadidos. Para que os moradores tivessem ciência do desmatamento, o presidente convocou algumas pessoas para irem até o local.  “Eu vim aqui e dei a sinalização, mas eles não estavam respeitando. Aí eu chamei primeiro a população para que eles tomassem conhecimento da situação e depois chamamos a polícia”, informou.

A associação de moradores deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e outros órgãos competentes para que as medidas cabíveis sejam adotadas. “Já temos documentações na justiça para reintegração de posse de um outro terreno invadido, agora vamos levar mais essa situação para os órgãos competentes”, afirmou Costa.

  • Polícia Militar esteve no local em busca dos autores do desmatamento
    desmatamento_maicadesmatamento_maica_2Conforme o morador que acompanhou ação, Domingos Ferreira, as pessoas que estavam fazendo a derrubdaa das arvores tentaram intimidar a população. “Os caras olhavam para gente e derrubavam na moral praticamente em cima da gente. Eles não têm um mínimo de respeito pelos moradores do Pérola do Maicá e querem destruir as poucas áreas de matas que nós temos” ressalta Domingos.

Segundo o sargento da Polícia Militar, Josiel Silva, por ser uma área de difícil acesso, os policiais demoraram para chegar no local. “Chegamos aqui e ouvimos o pessoal com motoserras, pedimos apoio de mais policiais para podermos entrar na mata.  Eles perceberam que estávamos entrando e se evadiram do local. Caso eles voltem, vai ficar mais fácil prendê-los em flagrante já que sabemos como é a área”.

Ainda segundo as  informações da população, as pessoas que estavam cortando as arvores tinham escondido as máquinas em uma casa próximo da área desmatada.   A PM fez vistorias no local, mas não encontrou as motosserras, apenas um facão e um serrote.

O caso deve ser registrado na 16ª Seccional de Polícia Civil. Fonte G1 Santarém

waldemir

Radialista/Blogueiro,