Icmbio e Ibama apreendem 3,2 toneladas de peixe em pesca ilegal

Icmbio e Ibama apreendem 3,2 toneladas de peixe em pesca ilegal

Pescadores não tinham documentação para realizar a atividade. Pesca de arrastão é uma modalidade ilegal no Brasil.

Uma operação realizada entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (Icmbio) e o Ibama na tarde desta terça-feira (26) apreendeu 3,2 toneladas de peixes das espécies mapará e pescada branca, na comunidade de Uquena, dentro da área da Reserva extrativista-Tapajós Arapiuns, no município de Santarém, oeste do Pará. Ao todo, treze embarcações foram retidas e 35 pescadores autuados por não possuirem autorização para execer a atividade pesqueira. Os peixes foram doados à população ribeirinha.

Pesca de arrastão é proibida no Brasil

De acordo com o gestor do Icmbio em Santarém, Maurício Santamaria, uma denúncia revelou o local da atividade ilegal. “Os comunitários fizeram uma denúncia pro Icmbio relatando que pescadores estavam realizando uma prática de pesca ilegal, a de arrasto. Outro agravante da ação é a falta do registro geral de pesca,que é obrigatório e regulamenta a atividade pesqueira no país. Os pescadores estavam com a carteira vencida”, contou.

Esta modalidade é proibida no Brasil, por utilizar uma grande e pesada rede que é arrastada ao longo do fundo do oceano ou rio para recolher tudo o que estiver em seu caminho. Ela visa espécies de grande valor comercial que vivem próximas aos leitos e as espécies sem valor comercial são descartadas.

postado por waldemir

  • Fonte:G1Santarém 

waldemir

Radialista/Blogueiro,